Portugais

Copy of PORTUGAL - flag.jpg


O português é a língua que os portugueses, brasileiros, muitos africanos e alguns asiáticos falam desde o nascimento, reconhecem como património nacional e usam como ferramenta de comunicação tanto dentro da sua própria comunidade como nas suas relações com outras comunidades lusófonas. .
A língua portuguesa não tem um território contínuo (mas é sentida como sua, de maneira igualitária, de comunidades distantes).
Por essa razão, apresenta uma grande diversidade interna, dependendo das regiões e dos grupos que a utilizam. Mas, também por essa razão, é uma das principais línguas internacionais do mundo.
A diversidade linguística que os portugueses têm através do seu imenso espaço pluricontinetal é, inevitavelmente, muito grande e certamente aumentará com o passar do tempo.
Os linguistas estão divididos sobre o assunto: alguns consideram que, mesmo agora, o Português de Portugal (PE) e o Português do Brasil (PB) são idiomas diferentes; outros, entretanto, consideram que representam uma variedade muito distante dentro da mesma língua. Com o Renascimento, o número de palavras eruditas aumenta com origem no latim clássico e no grego arcaico, o que aumenta a complexidade do português.
O fim do « português arcaico » é datado com a publicação do Canzoniere Generale de Garcia de Resende, em 1516.
No entanto, formas semelhantes ao português arcaico ainda são faladas por muitas populações de São Tomé e Príncipe, Brasil e Portugal rural.
Por causa da influência dos humanistas da Renascença, o século XV foi marcado pelo refinamento e enriquecimento lingüístico.
Ao mesmo tempo em que se procurava, ao nível das artes e letras, imitar os modelos latinos, procurou-se também aproximar a língua portuguesa da língua materna.
Para coroar este processo, a obra de Luís de Camões, «Os Lusíadas», marco histórico da língua portuguesa e monumento literário e linguístico, surge em 1572.
É neste mesmo século que surgem as primeiras tentativas de gramaticalização da linguagem.
Fernão de Oliveira publicou, em 1536, a primeira gramática da língua portuguesa, com o título «Gramatica da Lingoagem Portugueza». Em 1540, João de Barros escreve, com o mesmo título, a segunda gramática da língua portuguesa.


ALLER AU COURS DÉBUTANT

ALLER AU COURS AVANCÉ

Retournez à la page Langue

Répondre

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion /  Changer )

Photo Google

Vous commentez à l'aide de votre compte Google. Déconnexion /  Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion /  Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion /  Changer )

Connexion à %s